Que horas são?

Não me recordo exatamente quando me deparei com este relógio na internet. Achei a ideia sensacional e queria comprar um, só que além de não achar para vender aqui no Brasil ele deve ter um custo proibitivo.

Este é o qlocktwo

Este é o qlocktwo

 

Apenas imagino que o custo deve ser proibitivo, já que depois de um tempo, começaram a pipocar no youtube diversos tutoriais de como fazer um clone deste relógio. Vi tantos vídeos que me tomei coragem para fazer o meu próprio clone.

O resultado? Acho que ficou satisfatório.

Resultado

Resultado

Continue lendo para ver como eu fiz o meu relógio de led.

Vi várias formas de fazer, mas como já tinha alguns componentes aqui em casa, resolvi priorizar o uso deles. Ah, só pra lembrar, eu não tenho educação formal em eletrônica, então eu posso acabar escrevendo alguma besteira por aqui.

A moldura eu comprei na loja Le Biscuit. Ela tem 27×27 cm e uns 4 cm interno. Ela tinha um papelzinho cafona dentro, que foi devidamente descartado. Custou uns R$ 25,00.

Para controlar os leds eu utilizei dois kits que eu comprei no site aliexpress (este site é tipo um mercado livre chinês, então se for comprar algo por lá, prefira os vendedores com melhor classificação). Ele vem desmontado e você vai precisar soldar os componentes.

http://s.click.aliexpress.com/e/FmUvfmy (link de afiliado) – Link para o kit

MAX7219 - kit com componentes soltos

MAX7219 – kit com componentes soltos

 

 

Link para o kit com componentes smd (Link de afiliado)  – Link para o kit

MAX7219 - kit com componentes SMD

MAX7219 – kit com componentes SMD

 

 

Como microcontrolador, eu utilizei um spark core. Ele é compatível com Arduíno, porém já possui WiFi, pode receber atualização dos programas pela rede e ele possui uma IDE bem simples via browser.

 

LEDs, muitos LEDs. No total eu usei 128 e fio para soldar todos esses LEDs.

Paciência e persistência também são necessárias, já que você vai querer cortar os pulsos depois de soldar os LEDs e perceber que pulou um ou que soldou algum errado. Nesse ponto vale aquele velho provérbio do carpinteiro:

“Meça duas vezes e corte uma.”

 

Verifique se as conexões estão corretas antes de soldar.

A face do relógio e a placa onde coloquei os leds, , eu fiz usando o InkScape. Como eu não sou bom com ferramentas de desenho, me mantive no básico:

Face do relógio

Face do relógio

Suporte dos LEDs

Suporte dos LEDs

Lembra o que eu disse sobre o carpinteiro? Então, na placa que segura os LEDs, eu não vi que faltou o furo para o LED da letra “I” da palavra seis. Enfim, consegui encontrar uma pessoa no Mercado Livre que faz estes cortes a laser.

Face do relógio cortada

Face do relógio cortada

 

Agora com os componentes em mãos é hora de soldar os LEDs.

Posicione os LEDs no suporte. Para ajudar a dobrar os terminais, eu coloquei um espeto de churrasco e dobrei o terminal que ia ficar mais alto e o terminal mais baixo eu dobrei próximo ao suporte.

LEDs no suporte

LEDs no suporte

Os terminais são soldados em linhas e colunas. Eu achei melhor soldar os terminais mais baixos primeiro e depois soldar os terminais mais altos.

LEDs soldados

LEDs soldados

Terminando a solda, é hora de ligar os LEDs aos controladores. Note que os controladores estão ligados em cascata e a biblioteca dos controladores tratam eles como se fosse uma tela de 16 colunas e 8 linhas.

Conectando ao MAX7219

Conectando ao MAX7219

 

A luz vai vazar um pouco entre as palavras, então eu coloquei pedaços de foamboard para isso não acontecer. Infelizmente para o vazamento entre as palavras eu não consegui resolver com os pequenos pedaços de papelão que coloquei.

LEDs com o foam board

LEDs com o foam board

Agora é só colocar tudo dentro da moldura e ficar vendo o tempo passar!

 

10_50

 

 

Como este foi meu primeiro projeto envolvendo cortes a laser, LEDs, desenhos e medidas, eu cometi vários erros:

  1. Tamanho da face do relógio: Fiquei com medo de ter muita variação no tamanho então resolvi deixar menor para não ter que cortar depois. Mas descobri que os cortes são muito precisos e que eu poderia ter feito do tamanho exato do interior da moldura.
  2. Luz vazando: Eu não pensei que ia atrapalhar a visualização, mas atrapalha um pouco. Se eu for fazer este projeto novamente, eu vou pedir para cortar outra placa intermediária com a separação das linhas e das colunas, assim só as palavras certas ficam acesas.
  3. Tamanho das linhas: Inicialmente eu tinha pensando em fazer as palavras caberem em um quadrado perfeito, mas a forma como nós brasileiros falamos as horas, acaba precisando de muitas letras. Então desencanei e fiz linhas com quantidades diferentes de letras, mas fiz linhas que passavam de 16, então acabei puxando LEDs que sobraram em outra linha ou soldando mais LEDs juntos. Isso atrapalhou na hora da soldagem.
  4. Pular terminais durante a solda: Este foi o segundo erro mais chato pois tinha que dessoldar tudo que ficou ligado errado e soldar de novo.
  5. Primeiro erro mais chato: Medir os fios com tamanho menor do que era realmente preciso.
  6. LEDs inteligentes: Lógico que depois que eu terminei o projeto, eu vi um artigo onde o cara usa um led inteligente (link de afiliado). Estes LEDs são baratos, RGB e deve dar bem menos trabalho pra soldar, ou então pelo menos, fica mais fácil de fazer uma placa de circuito impresso para soldar os LEDs.

 

Bom apesar dos problemas este foi um projeto bem legal de se fazer.